pressione enter para pesquisar
acompanhe nossas
NOTÍCIAS
20Jan

Segurança em Pontes Rolantes

Pontes Rolantes são equipamentos que despertam preocupação em relação à segurança, pois são responsáveis por um considerável número de acidentes de grandes proporções.

Com base nisso, decidimos falar um pouco sobre os cuidados necessários para o manuseio destes equipamentos, de forma a prezar pela segurança do trabalhador, além de apresentar o dispositivo de bloqueio de ponte rolante desenvolvido pela Tagout.

 

 

Entenda a importância da NR-11 e OSHA 1910.179

No Brasil, a norma regulamentadora Nº 11 é responsável por garantir as medidas de segurança no que se refere ao transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais. De maneira geral, ela estabelece os requisitos mínimos para a prevenção de acidentes.

Dentre os aspectos mínimos exigidos para os equipamentos, estão questões como: inspeção e manutenção, identificação de capacidade de carga, circulação de pessoas nas proximidades, treinamentos e capacitação para operação.

Já a norma americana, OSHA 1910.179 (Overhead and gantry cranes - Occupational Safety and Health Administration), descreve de forma detalhada as recomendações de segurança.

 

As pontes rolantes possuem dispositivos de segurança que evitam grandes acidentes e que devem ser mantidos, inspecionados e testados regularmente. Alguns exemplos de dispositivos que podemos citar são:

- Chaves fim de curso dos movimentos de elevação;

- Translação, limitadores de carga;

- Botões de parada de emergência;

- Sinaleiros sonoros e visuais;

- Freios;

- Batentes;

- Amortecedores de impacto.

A operação desses equipamentos pode ocorrer de várias maneiras, dentre elas: automáticas, por cabine, pelo solo, por botoeiras pendentes com cabo ou controle remoto. Cada uma com suas particularidades de segurança.

 

Principais causas de acidentes e como prevenir

Existem diversos fatores que podem acarretar acidentes, por isso, nutrir a mentalidade de prevenção é essencial. As causas mais comuns de acidentes nesse sentido são:

- Quedas de cargas;

- Quedas de componentes;

- Colisões entre equipamentos ou objetos;

- Falhas mecânicas;

- Sobrecargas;

- Choque elétrico por contato com os barramentos;

- Falta de Bloqueio e Etiquetagem (LoTo).

 

Para prevenção de acidentes devido à queda de cargas, além de uma inspeção e manutenção eficiente, devem-se estabelecer regras quanto à proibição de circulação de pessoas durante movimentação de cargas. É comum adotar como medida de segurança uma área com distância igual a 1,5 metro de altura da parte superior da carga suspensa.

Outra medida importante na prevenção de acidentes é a realização do checklist pré-operacional. Alguns itens importantes desse checklist são:

- Inspeção visual das estruturas e trilhos sem obstruções ou componentes soltos;

- Teste da sirene e iluminação;

- Estado geral e funcionamento dos comandos da botoeira;

- Teste do botão de emergência;

- Teste dos freios de todos os movimentos;

- Inspeção visual dos cabos de aço e gancho;

- Testes das chaves fim de curso de todos os movimentos;

- Ruídos ou vibrações anormais.

Diante de qualquer irregularidade identificada durante o checklist, a ponte rolante deve ser colocada fora de operação e identificada corretamente com a etiqueta de perigo “NÃO OPERE” até que seja devidamente reparada.

Uma opção de identificação para equipamentos fora de operação é a utilização dos Bloqueios de Ponte Rolante da TAGOUT em conjunto com o cadeado e etiqueta de advertência envolvendo a botoeira de controle, conforme ilustrado na imagem:

Mas atenção! Esta opção é apenas para identificação da botoeira de operação sobre a proibição de operação. Ela deve ser utilizada em conjunto com o procedimento de Bloqueio e Etiquetagem e o Alívio das Fontes de Energia para a realização dos reparos.

 

Bloqueio e Etiquetagem

Um ponto muito importante em segurança de pontes rolantes é o bloqueio e etiquetagem (LoTo).

A falta de um procedimento LoTo adequado é uma das grandes causas de sérios acidentes e até mesmo de fatalidades. Trabalhadores são eletrocutados, sofrem amputações e outras lesões graves quando os equipamentos são ligados inadvertidamente enquanto ocorrem as manutenções, reparos ou ajustes de componentes. Estes acidentes podem ser evitados implantando um programa de controle de energias perigosas, ou programa LoTo, também oferecido pela TAGOUT.

Há uma grande diferença entre desligar e desenergizar um equipamento. Desligar apenas uma chave de comando ou um botão de emergência não é seguro, pois pode ocorrer uma falha interna no componente ou erros de ligações que podem fazer o equipamento voltar a funcionar enquanto se realiza a manutenção.

O equipamento apenas bloqueado pode ainda não estar seguro, pois pode haver energias armazenadas. Em uma ponte rolante, no sistema de elevação, cargas suspensas ou até mesmo o próprio peso do gancho estão sujeitos à força de gravidade. Existem relatos de acidentes graves e até fatalidades durante a manutenção ou ajustes em freios do sistema de elevação, que ao soltar, o próprio sistema começa a girar devido aos componentes suspensos pelos cabos.

 

A norma americana OSHA 1910.179 (L) (2) (i) (a) - (e) estabelece precauções a serem tomadas antes de iniciar os serviços:

- Reparos em pontes rolantes devem ser feitos em posições com mínima interferência com outras pontes e operações da área;

- Todos os controles devem ser colocados na posição desligado;

- A chave geral de alimentação elétrica deve ser desligada e bloqueada;

- Colocar sinalizações de Advertência na Ponte Rolante e no piso ou no gancho, bem visível do solo;

- No caso de várias pontes rolantes no mesmo trilho deve ser previsto meios para evitar interferências ou colisões.

 

Dispositivo de bloqueio de ponte rolante

Para complementar o processo de bloqueio e etiquetagem que deve ser realizado nas pontes rolantes em casos de manutenção, a Tagout desenvolveu um dispositivo confeccionado em nylon resistente e impressão de advertência que pode ser utilizado para travamento em diversas situações e equipamentos, como para bloquear controles de pontes rolantes elétricos monofásicos de 110V e 220V e plugues elétricos trifásicos de 380V, 440V e 460V.

 

Esse dispositivo também faz parte do cumprimento da NR-12, que determina as regras de segurança em trabalhos com máquinas e equipamentos. Por isso, deve ser indispensável durante as manutenções das máquinas mencionadas. Mas como ele funciona?

Os técnicos devem agir de acordo com o seguinte passo a passo:

- Desligar a fonte de energia;

- Desconectar o plug da tomada;

- Colocar o controle dentro do dispositivo de bloqueio de ponte rolante;

- Puxar a cinta de bloqueio até fechar por completo;

- Inserir o cadeado de bloqueio em um dos orifícios junto com a etiqueta de identificação;

- Somente após o término da manutenção é permitido retirar o bloqueio, conectar o plugue novamente na tomada e religar a fonte de energia.

O dispositivo de bloqueio de ponte rolante pode ser encontrado em dois tamanhos diferentes: médio e grande. Confira o demonstrativo abaixo para saber como funciona o produto!

 

 

A Tagout é uma empresa 100% Nacional e fabrica a linha completa de Dispositivos de Bloqueios e Sinalização para todos os tipos de fontes de energia, além de fornecer o serviço de implantação do Programa de Controle de Energias Perigosas, inclusive para pontes rolantes. Entre em contato conosco para saber mais sobre as nossas soluções.

 

compartilhe:
Receba nosso informativo
cadastre-se e receba em seu e-mail nossas notícias
cadastrar
+55 19 3500.8210
+55 19 3500.8219

Rua José Gallo, 258
Vista Alegre – Vinhedo/SP - Brasil
CEP: 13285-332
© TAGOUT 2017 - Todos os direitos reservados. Política de privacidade