pressione enter para pesquisar
22Ago

O que é preciso para trabalhar em segurança com ferramentas manuais?

Chaves de fenda, alicates, martelos, marretas, tesouras, estiletes. Que trabalhador nunca se deparou come estas e outras ferramentas manuais em sua rotina de atividades? Apesar de parecerem inofensivas, por não estarem ligadas à corrente elétrica, estes instrumentos podem oferecer diversos riscos ao operador e outras pessoas que estão à sua volta.

As ferramentas manuais funcionam como extensão das mãos e a sua utilização de maneira incorreta pode causar acidentes graves – seja durante a execução de pequenos reparos, manutenção de máquinas e na construção de obras.

Ferramentas manuais oferecem riscos

A correta aplicação de cada ferramenta é fundamental para garantir a segurança do trabalhador. Quando aplicadas erroneamente, podem causar cortes, fraturas, perfurações, amputação, bolhas, entre outros problemas.

Algumas condições contribuem para isso:

- Manuseio incorreto, sem seguir as orientações dos fabricantes;

- Improviso: usar a ferramenta inadequada para determinada atividade;

- Falta de conservação da ferramenta;

- Falta de treinamento e orientação;

- Atitudes desmedidas: jogar ferramentas para outra pessoa ou deixa-las espalhadas pelo chão;

- Transporte dos instrumentos em locais inadequados, como no bolso ou na mão.

Equipamentos de proteção são imprescindíveis

As medidas preventivas devem ser colocadas em prática. A utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e Coletivos (EPCs) é o primeiro passo para garantir a segurança de toda a equipe. Por isso, os gestores devem ser rigorosos na cobrança de sua aplicação em cada atividade.

Aqui vão alguns exemplos:

EPIs – luvas e mangotes de proteção, óculos, cinto de proteção para trabalhos em altura, cinto porta-ferramentas, colete e macacão, botas, etc.

EPCs – cones, correntes e faixas de segurança; placas de sinalização; sirenes, alarmes e alertas luminosos e grades de contenção, quando necessários.

Atitudes que fazem a diferença

Uma das principais atitudes que o operador deve ter é utilizar a ferramenta correta para cada trabalho, além de observar a condição dela (se tem avarias) antes de iniciar qualquer atividade.

Abaixo, elenco outras ações que devem fazer parte da rotina de qualquer trabalhador:

- Entregar as ferramentas de forma segura (sempre com o cabo ou voltado para a pessoa que está recebendo);

- Organizar o espaço de trabalho, não deixando nada espalhado no chão ou em andaimes;

- Transportar as ferramentas em caixas adequadas ou cintos;

- Zelar pela manutenção da ferramenta (limpeza e conservação), tendo sempre unidades sobressalentes para eventual quebra e necessidade de substituição;

- Participar de treinamentos, reciclagens e DDS.

Agora que você já sabe o que é preciso para trabalhar em segurança com as ferramentas manuais, tá na hora de colocar em prática. Não deixe de compartilhar estas informações com outros profissionais!

compartilhe:
Receba nosso informativo
cadastre-se e receba em seu e-mail nossas notícias
cadastrar
+55 19 3500.8216
+55 19 3500.8217
+55 19 3500.8218
+55 19 3500.8219
+55 19 3500.8220

Rua José Gallo, 258
Vista Alegre – Vinhedo/SP - Brasil
CEP: 13285-332
© TAGOUT 2017 - Todos os direitos reservados